Carnaval e o ócio criativo

24 fev

Antes de mais nada, quero deixar claro que não sou desses que conta os dias para o carnaval, se veste de mulher e vai entoando marchinhas até o amanhecer.  Ao contrário, faço mais o estilo que fica em casa, no sofá, assistindo a Mangueira [escola de samba] entrar [na Sapucaí].

Sei que pode parecer triste, mas pra mim o que sempre importou no carnaval foi o feriadão. Alias, sempre não, porque na minha pré-adolescência também era sinônimo de peitinhos na TV.

Balelas a parte, nesta segunda-feira de carnaval, eu trabalhei. Nesta terça-feira de carnaval, também irei trabalhar. Na quarta-feira de cinzas então, nem preciso dizer. Tenho que confessar que é broxante ver as ruas vazias, restaurantes fechados e todos elevadores no térreo. A cara de tédio e os resmungos constantes deixavam claro que o sentimento era compartilhado em todo o escritório.

Logo no início da manhã já dava para perceber o quão produtivo seria o dia, mas não tenho do que reclamar. Afinal, não gosto de carnaval e troquei meu feriado por um dia de folga na semana passada.

Apesar de amar o que faço, nessas horas gostaria de trabalhar no chão de fábrica. Não digo isso porque muitas empresas deram folga no carnaval só para diminuir os efeitos da crise, mas porque mesmo desmotivado eu conseguiria executar funções repetitivas.

Bem, talvez eu tenha mesmo que agradecer por estar trabalhando hoje. Mas ainda não entendo como empresas baseadas em conhecimento, conseguem achar que um dia como este pode ser mais lucrativo do que ter um funcionário feliz, descansado e satisfeito o ano inteiro.

PS: O próximo post como esse será no dia 26 de dezembro, comentando sobre o período “entre o Natal e o fim do mundo”.

3 Respostas to “Carnaval e o ócio criativo”

  1. Sandro fevereiro 24, 2009 (terça-feira) às 10:34 #

    Só pra informação.. Carnaval NÃO É feriado juridicamente.. Então dê-se por satisfeito de ter extorquido teu chefe com uma folga não-regulamentada, na semana passada.. hehe.

    Curtir

  2. Christoffer Kraus fevereiro 24, 2009 (terça-feira) às 12:01 #

    poisé, isso é verdade mas não achei espaço pra essa informação no post. Outra verdade é que dentro das minhas “férias de papel” foram contabilizados os dias 25/12 e 01/01, quando feriado nacional não pode ser contado como dia de férias. Então quem tá extorquindo quem? rss

    Curtir

  3. Diego Dotta fevereiro 26, 2009 (quinta-feira) às 13:01 #

    Funcionário n. 1320!

    Em contra partida você deveria ficar satisfeito que liberamos o acesso ao seu blog e mesmo tendo monitorado suas mensagens críticas, analisamos que você ainda nos é muito barato. Não estamos desvalorizando nosso capital humano ao ve-lo triste e cansado, suas ações são minimas.

    Obrigado por agradecer termos te forçado a trabalhar enquanto todos estão em uma orgia prazerosa, estamos a disposição!

    Para empresa você é quase um zero a esquerda (0,001%), para voce mesmo, é 100%.

    Ahh.. o fim do mundo é só 26/12/2012, nao se apresse!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: