A dança da chuva

2 mar

Paciência nunca foi uma das minhas melhores qualidades, não gosto de decisões demoradas ou de esperar por algo que já deveria ter chego. Sobretudo, sou do tipo que faz questão de chegar atrasado para não ter de esperar.

Você já parou para contar quantas vezes olhou para o relógio, celular ou observou uma placa distante enquanto espera por alguém? Sei, isso realmente é um saco, mas é o mais puro conceito da famosa dança da chuva. Você se mantém dançando até que ela caia. Sempre funciona.

Ao contrário de nossos nossos ancestrais, a metereologia e o forno microondas nos educaram a não esperar até a chuva chegar. Hoje preferimos praticar uma nova técnica: reclamar até ela cessar.

Minha técnica atual para driblar meus anseios é me manter ocupado com subtarefas do objeto principal da minha impaciência, isso me deixa ocupado o suficiente para não precisar reclamar.

Basicamente, minha técnica se baseia em “me manter dançando até que ela caia”, ou pelo menos até que o primeiro escorregão me faça perceber que não adianta esperar e é melhor partir para outra.

5 Respostas to “A dança da chuva”

  1. George Tavares março 3, 2009 (terça-feira) às 7:22 #

    Aposto que o motivo deste post foi a impossibilidade do autor deste blog sair de seu trabalho para casa em virtude da chuva de segunda feira, aqui em Florianopolis.
    Este post na verdade é o novo conceito de “danca da chuva”. Impossibilitado de ir embora, nada mais justo que realizar este post esperando a chuva passar.

    Curtir

  2. Christoffer Kraus março 3, 2009 (terça-feira) às 9:31 #

    Nada disso, fui pra casa observando a formação da tempestade. Muito interessante por sinal, vento, relâmpagos, trovões e pequenas gotículas esporádicas, não exatamente nessa ordem.

    Curtir

  3. Déia Zoboli março 4, 2009 (quarta-feira) às 15:37 #

    Ora, ora… vou comentar este post, já que sou uma leitora assidua!

    Por experiencia própria e dada as devidas proporções, hoje vejo que é melhor se manter dançando até que ela caia do que reclamar até ela cessar.

    Esperar… porque não conseguimos esperar? Muitas vezes porque avaliamos somente os nossos passos e técnicas de dança e não levamos em consideração a metereologia e todas as influencias do clima.

    Dancemos, no máximo na pior das hipoteses vamos aprender novos passos!

    Curtir

  4. leticia novembro 5, 2009 (quinta-feira) às 16:52 #

    coloca a história da dança da chuva, é isso que interessa!

    Curtir

  5. dhgsdbstycfvyqdfct novembro 23, 2011 (quarta-feira) às 8:57 #

    como faz a dança da chuva?
    uns meninos da minha sala fizeram para nosso dia de piscina ter chuva pra nós não termos então alguem sabe como é?

    desde hoje eu

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: