Tag Archives: curiosidades

A bombástica história da Barbie

17 abr

Aproveitando o embalo da história do Mario, achei interessante também postar a história da personagem que faz brilhar os olhos de qualquer menina: A Barbie.

Tudo começou nas páginas do jornal alemão Bild-Zeitung, em 1952. Para preencher os buracos sem notícia, o ilustrador Reinhard Beuthien criou Lilli, uma loira que aparecia em tiras de quadrinhos com cintura fina, maquiagem, peitos grandes e sempre de salto alto – até quando estava só de calcinha e sutiã… Sua marca eram as piadas picantes. O sucesso foi tão grande que ela virou uma boneca para presentear os homens. O que ninguém esperava é que o brinquedo caísse no gosto das meninas.

De férias na Alemanha, o casal americano Ruth e Elliot Handler comprou algumas Lillis e levou para os engenheiros da fábrica deles, a Mattel. Batizada de Barbie, a cópia foi lançada nos Estados Unidos em 1959.

Uma Bild Lilli a esquerda (1955) com a primeira  Barbie a direita (1959). 

A semelhança era tão óbvia que a Mattel topou pagar pelo direito da ‘clonagem’. Foi um belo negócio: já foram vendidas 3 bilhões de Barbies no mundo! A primeira Barbie custava 3 dólares e teve uma tiragem de 340 mil exemplares.

Pondo desta maneira pode-se achar até que esse símbolo da infância feminina tenha sido uma farsa copiada de um quadrinho semi-pornográfico alemão. Porém a grande sacada da Barbie não foi somente sua aparencia “top model”, mas sim a possibilidade de trocar de roupas e acessórios.

A Barbie foi a primeira boneca a receber maquiagem e acessórios, sendo esta uma ideia de Ruth que sempre via a sua filha Barbara brincando com bonecas de papel que trocavam de roupa. Aliás, o nome Barbie vem do apelido da filha do casal, que se chamava Barbara Millicent Roberts.

Fonte: “5 segredos que nunca contaram pra você!” e Wikipédia

A história do Mario (que mário?)

17 abr

Aquele que.. ops.. vamos a história que começa em 1980, após uma tentativa sem sucesso da Nintendo ao fazer um jogo baseado no desenho Popeye. Miyamoto, considerado o pai do Mario, foi então solicitado a projetar um novo jogo baseado em suas próprias idéias. O resultado disso foi Donkey Kong, em que o personagem “Jumpman” (Mario) tentava salvar a sua namorada Pauline do gorila.

Para ser visto como ser humano e não como um mutante ou algo parecido, colocaram em Mario, um enorme bigode. Nos Estados Unidos, as pessoas perceberam que Mario era extremamente parecido com um funcionário da Nintendo, chamado Mario Segali, daí veio a idéia de trocar o nome de Jumpman para Mario, que já começou a ser utilizado no próximo jogo de Miyamoto, Donkey Kong Jr.

Mario originalmente era carpinteiro, mas depois dos canos que ele entrava literalmente no famosíssimo jogo Mario Bros, passou a ser considerado encanador. Após o tremendo sucesso no Mario Bros, o personagem foi sendo trabalhado ainda mais. Criaram Luigi, seu irmão, além disso, montaram uma história mais bem elaborada, com objetivos e vilões bem definidos, além de incrementar os poderes e os amigos de Mario.

O encanador é sem dúvida o principal ícone da Nintendo e talvez seja também, o principal dos jogos eletrônicos. A série Mario já possui mais de 184 milhões de cópias vendidas, e os jogos de Mario vão desde o modesto Super Nintendo até o moderno Wii, ambos da Nintendo.

Fonte: BrasilEscola.com

A diferença entre o FBI e a CIA

15 abr

O FBI (Federal Bureau of Investigation) é uma espécie de Polícia Federal dos Estados Unidos, uma agência governamental que possui o papel de amparar a lei através da investigação de violações da lei penal federal. Entretanto, ao contrário do que alguns pensam, o FBI não é um departamento de polícia nacional, mas sim, uma jurisdição diferente para certos tipos de crimes, administrada pelo Procurador Geral da Justiça dos Estados Unidos. Criada em 26 de julho de 1908 pelo promotor público Charles Joseph Bonaparte, o FBI é considerado a maior agência policial do mundo, contando com trinta mil funcionários e atuando em sessenta países.

De uma forma bem simples, a CIA (Central Intelligence Agency) é o serviço de inteligência estadunidense, cujo papel é coletar informações de fontes humanas, avaliar se essas informações ameaçam a segurança nacional, além de informar os responsáveis para que sejam tomadas medidas cabíveis.

O serviço de inteligência estadunidense foi criado para satisfazer uma necessidade estratégica em virtude da Guerra Fria e do avanço do comunismo. Atualmente a CIA perdeu um pouco de sua importância, pois seu trabalho é restrito à investigação de informações de fontes humanas, a obtenção de informações obtidas de sinais de comunicação (SIGINT) é tarefa de outro órgão, a NSA.

Embora o compartilhamento de informações entre o FBI e a CIA possa ser algo comum, existem grandes diferenças entre os órgãos. A maior delas é que, enquanto o FBI possui uma atuação maior dentro dos Estados Unidos, o trabalho da CIA é realizado no exterior. Essa distinção, porém, já foi desrespeitada diversas vezes.

Fonte: BrasilEscola.com

A CIA comete cerca de 100 mil crimes por ano

Não é só no cinema que os agentes da CIA cometem crimes graves. Na vida real isso também rola e o próprio governo dos Estados Unidos estimou a freqüência dos delitos num relatório de 1996, chamado A Comunidade de Inteligência do Século 21. Segundo o documento, ‘uma estimativa segura é de que os diretores de operação conduzem atividades altamente ilegais centenas de vezes ao dia (facilmente 100 mil vezes por ano)’. Os crimes, que incluem assassinatos e tortura, geralmente são cometidos pelo chamado ‘serviço clandestino’ – agentes como os retratados no cinema na saga A Identidade Bourne.

Fonte: 5 segredos que nunca contaram pra você!

%d blogueiros gostam disto: